A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V W X Y Z




Os carros que menos visitam os mecânicos








carros usados

São vários os fatores que influenciam na decisão de comprar um carro novo, mas uma das mais importantes é a confiabilidade. É confortante saber que depois de comprar um veículo, ele continuará funcionando sem problemas mesmo depois que passar aquele cheiro de carro novo.

Existem inúmeros estudos que tentam descobrir quais são os carros mais confiáveis ​​do mercado. Um deles é o estudo de Dependência do Veículo (VDS) realizado pelo JD Power anualmente.

Na edição deste ano, eles entrevistaram (de outubro a dezembro do ano passado), não menos de 35.186 proprietários de modelo comprados em 2015. Consideramos mais interessante, é claro, que o estudo de qualidade inicial foi realizado com pessoas após três meses com o carro.

Neste estudo, centrado no Brasil (também faz um ranking de confiabilidade na Alemanha, um mercado já muito parecido com o nosso) pede todas as falhas que um carro novo pode ter. Desde falhas mecânicas a questões tecnológicas de menor profundidade. Os resultados da pesquisa são usados ​​para calcular quantos problemas a cada 100 veículos (PP100) sofrem cada fabricante, ao mesmo tempo em que avalia a indústria automobilística.

Mais de 20% das queixas foram relacionadas à tecnologia no carro, com muitos proprietários relatando problemas por falta de informações e sistemas de áudio. Vale ressaltar que 44% dos problemas eram com a bateria do carro.

Confira a lista com os carros que lideram as visitas aos mecânicos:


JAC J3

Os veículos da JAC Motors são constantes visitantes dos mecânicos, sempre estão com algum probleminha. É bastante complicado encontrar peças, a injeção eletrônica dá bastante problema e a suspensão é muito frágil. O motor apresenta falhas constantemente e os pneus sempre desgastam um mais que o outro.


Ford Fiesta

O Ford Fiesta é bastante conhecido pelos mecânicos por problemas no dispositivo que controla a temperatura do motor. Outro problema visto em todos os modelos da Ford, é que até mesmo nas montadoras existe dificuldade em encontrar peças, o que atrasa mais ainda o conserto do veículo.


Ford Ka

Os problemas enfrentados pelos donos de Ka são os mesmo do Fiesta, dificuldade em encontrar peças  e no sistema de controle da temperatura do motor.

Peugeot 207

Além de ser um carro com muita tecnologia e pouquíssima informação no mercado, é muito difícil encontrar peças o que torna mais cara a manutenção. Muitos que tiveram o 206 ou 207 jamais comprariam novamente, devido a experiências que tiveram com a marca.

Por ser um carro europeu, não foi feito para as ruas esburacadas, desniveladas e com lombadas do Brasil.

Os problemas mais comuns no 207 é na suspensão.

Citroën C4

Outro caso de muita tecnologia e pouca informação é o C4 e C3, é comum dar problemas na suspensão por ser carros feitos para andar em vias de padrão europeu, não brasileiro.

Renault Clio


O Renault Clio é um outro exemplo, dificuldade em encontrar peças e de igual maneira que a Citroen não trabalha na divulgação de informações para as concessionarias, o que encarece muito mais a manutenção. O motor é frágil e  a bobina sempre apresenta problemas.
 
 

Procurando por Carros Usados à venda? Confira: